A ECOGESTUS tem experiência no planeamento da recolha de resíduos, desde a fração orgânica aos monos.

A ECOGESTUS tem experiência em Estudos Base na área da gestão de Resíduos Urbanos:

  • Campanhas de caracterização físico-química segundo normas europeias
  • Levantamento, análise e diagnóstico dos sistemas de gestão de RU
  • Avaliação dos custos de operação e produtividade
  • Prognóstico das quantidades de resíduos produzidas
  • Planos de Prevenção e Minimização da produção de resíduos
  • Sistemas Tarifários aplicados resíduos
  • Elaboração de Cadernos de Encargos
  • Planos Estratégicos de Resíduos e Estudos de Mercado
  • Ações de Educação e Sensibilização para a Reciclagem

1. Compostagem


Concebemos a primeira Estação de Compostagem de Resíduos Urbanos e Verdes em São Tomé e Príncipe.

Em 2013, na fase piloto, a ECOGESTUS Lda. conseguiu impulsionar a produção de 4.000 kg de composto, pronto a ser entregue aos agricultores locais.

O projeto “Descentralização e participação comunitária na gestão de resíduos sólidos na Cidade de São Tomé”, criado com o objetivo principal de melhorar as condições de higiene e limpeza públicas na cidade de São Tomé – e assim incrementar as condições de saúde pública.


2. Taxa de Impacto Ambiental


Desenhamos a ferramenta que visa financiar a gestão de resíduos em São Tomé: a Taxa de Impacto Ambiental (TIA). Trata-se de uma Taxa a aplicar ao valor nominal dos produtos importados – de uma taxa entre 1 a 10% correspondente ao respetivo impacto ambiental.

A TIA será o meio principal para realizar o Financiamento de Investimentos necessários à Gestão de Resíduos, usando a figura da Responsabilidade Alargada do Produtor: todos os produtos embalados, e bens manufaturados, transformam-se em resíduos, sendo a responsabilidade da respetiva gestão do Produtor.

Tipos de produtos alvo da TIA: são todos aqueles que geram resíduos, especialmente resíduos de embalagem e materiais que necessitam de tratamento final

Equidade e solidariedade: aplicação da TIA tem como alvo bens não essenciais, encarecendo de forma marginal (maioria, 2,5% do CIF) alguns produtos

Desenvolvimento do país: a Taxa pretende combater a pobreza aliviando a pressão ambiental criando oportunidades de emprego – novas fileiras de reciclagem e reutilização de materiais


3. Organização dos circuitos de recolha


A ECOGESTUS está desde 2009 envolvida na estruturação dos serviços de recolha em São Tomé.

O objetivo primário é a criação e manutenção de um Serviço de Recolha regular de Resíduos Urbanos na cidade de São Tomé;

A Recolha Seletiva de Resíduos ( vidro, pilhas, matéria orgânica) tem sido incentivada com a conceção de circuitos específicos de recolha, escolha de equipamentos adequados (contentores, veículos,…etc) e descrição das rotas.

A programação das rotas de recolha, frequência ideal, otimização das cargas e modelos de distribuição de recursos, são objetivos a atingir pela nossa intervenção.

Fazemos levantamento e análise de dados dos circuitos de recolha de resíduos. Esta base de conhecimentos permite à entidade gestora aplicar ferramentas informáticas de planeamento otimizando recursos e reduzindo custos operativos. A introdução de sistemas de identificação e de software de gestão da recolha implica um Estudo prévio onde sejam analisados:

  • Utilização dos recursos na sua capacidade ideal
  • Volume e peso recolhido e objetivos
  • Número de contentores / clientes por rota atuais e soluções otimizadas

Os Ecocentros são equipamentos públicos, de acesso controlado, destinados à recolha de resíduos, especialmente os grandes dimensões como monos, eletrodomésticos, madeira, pneus, sucatas, restos de jardins entre outros, além de resíduos recicláveis como os plásticos, papel/cartão, vidro, … etc.

Na vertente económica, os Ecocentros devem permitir aos municípios a recuperação de custos devido ao desvio de fileiras de materiais valorizáveis, que de outra forma iriam ocupar espaço em aterro, com custos económicos e ambientais elevados.

Ecocentros podem reduzir os custos com a recolha de Monos, levando os munícipes a entregar os seus resíduos nestes locais, evitando-se a recolha porta-a-porta como atualmente é realizada pela maioria dos municípios.

A solução de recolha através de Ecocentros é importante, sendo parte central sistema logístico de gestão de resíduos

A ECOGESTUS já realizou vários Projetos de Unidades de Transferência de Resíduos e Ecocentros.

Subscreva a nossa newsletter

Inscreva-se para receber as últimas novidades do setor e nosso envolvimento com ele …